Latin America and Caribbean

Projeto "Website for Small Libraries" da OCLC transforma a entrada na Web fácil e rápida para as bibliotecas pequenas

DUBLIN, Ohio, EUA, 14 de fevereiro de 2012—O projeto "Website for Small Libraries", que começou como um experimento do Laboratório de inovação da OCLC em 2011, agora está disponível como serviço beta para qualquer biblioteca que queira configurar seu próprio site.

Ao participar do projeto, as bibliotecas conseguirão configurar, de maneira rápida e fácil, um site que forneça recursos básicos para a disponibilização de informações sobre coleções pequenas na Web, configuração de usuários, verificação de entrada e saída de materiais, realização de reservas e fornecimento de informações de contato, localização, eventos e serviços da biblioteca.

"A meta do projeto Site para bibliotecas pequenas foi facilmente estabelecida, mas não tão facilmente realizada", disse Mike Teets, vice-presidente de Inovação da OCLC. “Queríamos que as bibliotecas pequenas, com coleções de até 20.000 itens, fossem capazes de ter uma presença na Web simples, barata e, ainda assim, funcional."

Quatro bibliotecas de Dakota do Sul, bem como a South Dakota State Library, participaram do projeto-piloto. "Muitas de nossas bibliotecas têm somente um ou dois funcionários e orçamentos baixos", disse Dan Siebersma, bibliotecário da South Dakota State Library. "É muito desejável ter um produto que facilite a criação de um site para essas bibliotecas, com o mínimo de esforços e baixo custo. O recurso de inventário, que permite que as pessoas acessem a coleção de uma biblioteca do conforto de suas casas, é o toque final do projeto."

A fim de facilitar ao máximo seu uso, o site se baseia em edição simples de modelos predefinidos para preencher a presença na Web. Demora somente alguns minutos para que o site de biblioteca esteja disponível para os usuários da Web, bem como em dispositivos móveis e tablets. O serviço usa um conjunto de assistentes para importar as informações de coleções e usuários em uma ampla variedade de formatos. Algoritmos estatísticos e o WorldCat são utilizados para determinar a estrutura e os conteúdos dos campos, a fim de facilitar os processos de importação. A complexidade é mínima ao focar no mínimo de campos necessários para disponibilizar as coleções.

Tip House, arquiteto-chefe da Infraestrutura Global da OCLC e um dos líderes de programação do projeto, explicou os recursos básicos: "As bibliotecas podem fornecer e promover as informações básicas sobre suas localizações, conteúdo, eventos e serviços usando um conjunto de modelos e widgets atualizados com facilidade. Os usuários podem criar uma conta, buscar materiais, realizar e excluir reservas e ver seu histórico. É, essencialmente, um modelo de inventário muito básico para as bibliotecas."

Teets ressaltou que esse não é um serviço de gerenciamento de biblioteca completo, mas uma opção para as bibliotecas pequenas que não puderam usar os sistemas de bibliotecas tradicionais devido a restrições de tamanho, custo ou tecnologia.

"Se uma biblioteca já possui um ILS, isso não replicará esse tipo de sistema. Não é essa a intenção", disse Teets. "Nossa pesquisa sugeriu que aproximadamente metade das bibliotecas com um ou dois funcionários não têm presença na Web. Esse projeto espera ter um impacto positivo sobre essas bibliotecas e seus usuários."

"O WebJunction trabalhou com bibliotecas pequenas e rurais desde sua fundação", disse Jennifer Peterson, gerente de comunidade do WebJunction. "Muitas dessas bibliotecas não têm tempo, dinheiro ou conhecimento técnico para implementar um serviço de gerenciamento on-line de grande escala. Esse projeto possibilitará que alcancem seus usuários na Web de uma maneira inteiramente nova. E como os sites são otimizados para serem executados em dispositivos móveis, as bibliotecas poderão se conectar aos usuários para os quais a Internet móvel atualmente é a principal maneira de estar on-line."

"Esperamos que seja uma opção útil e acessível para as bibliotecas pequenas que queiram estabelecer uma conexão pela Web com suas comunidades", disse Teets.

As bibliotecas interessadas em se inscrever podem fazê-lo pelo site http://beta.worldcat.org/lib/. A participação no projeto custa US$ 500 por ano e vem com um período experimental de 90 dias. As bibliotecas são livres para importar e exportar seus dados de coleções e usuários durante o período experimental do serviço e também durante toda a vida do produto.

Organizações de bibliotecas estaduais, consórcios e outros grupos de bibliotecas interessados em taxas para grupos devem entrar em contato com seu Consultor de serviços bibliotecários da OCLC.

Sobre a OCLC

Fundada em 1967, a OCLC é uma organização sem fins lucrativos, baseada em membresia, dedicada à prestação de serviços bibliotecários computadorizados e de pesquisa, com o propósito público de facilitar o acesso a informações mundiais e reduzir os custos associados. Mais de 72.000 bibliotecas em mais de 170 países usam os serviços da OCLC para localizar, adquirir, catalogar, emprestar, preservar e gerenciar materiais de bibliotecas. Pesquisadores, estudantes, professores, acadêmicos, bibliotecários profissionais e outros pesquisadores de informação usam os serviços da OCLC para obter informações bibliográficas, resumos e textos completos quando e onde necessário. A OCLC e suas bibliotecas membros produzem e mantêm de maneira cooperativa o WorldCat, o maior banco de dados on-line do mundo para a descoberta de recursos de biblioteca. Pesquise no WorldCat na Web em www.worldcat.org. Para obter mais informações, visite www.oclc.org.

OCLC, WebJunction, WorldCat e WorldCat.org são marcas comerciais e/ou de serviço da OCLC Online Computer Library Center, Inc. Nomes de produtos, serviços e empresas de terceiros são marcas comerciais e/ou de serviço de seus respectivos proprietários.

Para obter mais informações

  • Bob Murphy

    Bob Murphy

    Manager, Media Relations

    O: 614-761-5136